Obrigado pelo envio!

  • Miguel Duque Camacho

Ter fé, dá muito trabalho!

Ter fé, ao contrário do que muitos pensam, dá muito trabalho.

Ao ler este artigo, a sua ideia acerca disso, provavelmente irá mudar.

A expectativa é provavelmente o sentimento que mais dissabores e desilusões traz na nossa vida.

A ideia de fé que a maioria das pessoas têm, é de uma coisa incerta e abstrata que ninguém consegue explicar.

Fé para muitos, é um sentimento refugiado numa crença descabida em algo ou alguém.


Os que não têm fé, avançam na crítica a quem tem, porque acham que a fé é um sentimento que apenas existe naqueles que não querem fazer nada.

Mas digo-lhe que quem tem fé, trabalha e muito.

Ter fé não é ausência de trabalho e esforço, mas sim, reconhecer que você não é o senhor do mundo, e que muitas coisas não dependem exclusivamente do seu esforço e suor.


Com uma palavra, a fé ganha forma ou perde a forma.


Para a fé ganhar forma na sua vida, é importante você entender que com uma palavra você a mata, mas com uma palavra também você a aviva.

Você nunca verá uma pessoa de fé sendo uma pessoa negativa. Não confunda fé com religião pois nem sempre uma pessoa religiosa é uma pessoa de fé.


Ser positivo não é uma questão de ingenuidade, é uma questão de coragem.

O covarde nunca será positivo.


Num programa de rádio, o escritor e professor conceituado Mário Sérgio Cortella disse:

“O pessimista, antes de tudo, é vagabundo… O pessimista não faz nada e espera tudo dar errado.”


As pessoas sem fé, esperam tudo dar errado para depois dizer:

“Eu sabia que ia dar errado…”

Não entendem que fé sem obras é morta.


A fé é movida por pequenas coisas


Na Bíblia encontramos a história de um homem chamado Elias.

Era natural de uma terra chamada Tisbe, em Israel, e viveu 900 anos antes de Cristo.

A história conta-nos que durante 3 anos e meio da sua vida aqui na Terra, não choveu sobre Israel.


Após aquela seca extrema, a fé de Elias o impulsionou a crer que a chuva viria.

Um pequeno sinal, através de uma pequena nuvem do tamanho da mão de um homem foi suficiente para que a sua fé crescesse e a água que tanto era necessária viesse.


I Reis 18:44-45
44Na sétima vez, exclamou o seu servo: “Há uma nuvem que se levanta do mar, mas do tamanho da mão de um homem!” Então, Elias respondeu: “Sobe e leva esta mensagem a Acabe: Prepara o teu carro e desce, antes que a forte chuva te impeça de vir!” 45Em pouco tempo, o céu se escureceu completamente com as muitas nuvens, chegou a ventania, e caiu uma grande chuva.

Com aquela pequena nuvem, veio a abundância. E com a fé, veio muitas nuvens, veio o vento e caiu uma grande chuva.


Faço-lhe uma pergunta:

Num dia de Verão, ao ver uma pequenina nuvem, você olharia para ela como sinal de que vai chover?

Com certeza que não.

Mas naquele dia, aquela pequena nuvem, foi suficiente para alimentar a fé de Elias.


O sonho de Elias e de todo o Israel tornou-se real, por causa da fé de um homem.

O seu sonho, também pode tornar-se real, se você for uma pessoa de fé.


Esteja atento aos pequenos sinais e não deixe de acreditar!

Crer no Criador do Universo é meio caminho andado para isso.




Grande abraço


Miguel Duque Camacho

Se gostou deste artigo, partilhe e siga-nos nas redes sociais.

Registe-se aqui no site para receber todos os novos artigos.

#fe #terfe #elias #profetaelias #nuvem #nuvemdotamanhodamaodeumhomem #miguelduquecamacho #blog #infungivel #infungivell

Posts recentes

Ver tudo