Obrigado pelo envio!

  • Miguel Duque Camacho

Que influência os outros têm sobre si?

A influência nem sempre é uma coisa negativa, apenas depende de quem nos influencia e da maneira que nos influencia.


Na fase da juventude, quando estamos ainda formando o nosso caráter e identidade, somos facilmente influenciados pela opinião dos outros.

Quando amadurecemos e o nosso caráter e identidade é aprimorado, é obrigatório que os erros de decisão diminuam e haja imparcialidade da nossa parte de cortar a má influência que alguém possa estar a desenvolver em nós.


Deparamo-nos com más influências todos os dias, mas podemos determinar se elas têm poder sobre nós ou não.


O desenvolvimento da influência tem sempre a ver com o tipo de pessoa que somos.

Você conhece aquele tipo de pessoa que nunca é capaz de dizer não a ninguém?


Essas pessoas são assim, porque ainda não atingiram maturidade em termos de caráter e identidade.

Independentemente da idade, essa maturidade pode nunca chegar se a pessoa não se propor a mudar.


São aquele tipo de pessoas que são influenciadas por tudo e todos.

Não conseguem ser elas próprias ou seguir um padrão de conduta nas suas vidas.

São pessoas que são levadas pelos outros, como as folhas são levadas pelo vento, num dia de Outono.

Se estão com pessoas que influenciam-lhe no bem, elas são as melhores pessoas do mundo, no entanto se têm o “azar” de se juntarem a pessoas de mal, são incapazes de dizer não aquilo que é errado.


O caráter e a identidade é o que sempre determinará o rumo das nossas decisões.


Uma pessoa imatura em caráter e identidade torna-se terrível quando é influenciada. Torna-se como um carro desgovernado sem um condutor.

Só por sorte é que não causa danos enormes.


Depois existem as pessoas que só se deixam influenciar por quem gostam de ouvir


Existe um tipo de pessoas ainda pior do que as anteriores.

Porque as anteriores, agem inconscientemente na maior parte das vezes, estas porém agem conscientemente.

São pessoas que só se deixam influenciar por quem lhes fala, o que gostam de ouvir.


São aquele tipo de pessoas, que sempre aparecem com aquelas amizades “relâmpago”.

Nem tiveram tempo ainda de conhecer bem a outra pessoa, e já a consideram a melhor amiga.

Elas têm a “certeza” de que os conselhos da “amiga relâmpago” é o melhor, o casamento dela é o melhor, a família é a melhor, o estilo de vida é o melhor, etc.

Este tipo de pessoas, não gosta de ter amigos que lhes digam a verdade, que os desafiem, que debatam com eles assuntos e opiniões, e que divirjam dos seus pensamentos.

Não! Muito pelo contrário, abandonam aqueles que sempre lhes dizem a verdade.


Só que infelizmente, amigos de verdade, custam anos a amealhar.

O “amiguinho exemplar” do trabalho, do futebol, do café, do ginásio, vai passar, é só uma questão de tempo.

O problema é que a influência que você deixou ele ter na sua vida, pode já ter destruído a sua vida, a sua família, o seu casamento, as suas finanças e os seus relacionamentos verdadeiros.


Infelizmente tenho encontrado muitas pessoas assim…


Por isso não ceda a influências de pessoas que você conheceu há semanas ou meses, e que nunca deram provas de que realmente são boa influência para si.


Seja uma pessoa de caráter e com identidade própria.

Tenha os seus pontos de vida bem definidos e não ceda a influências consoante as circunstâncias.


Escolha bem as pessoas que têm influência sobre si e sobre as suas decisões.



Miguel Duque Camacho

Se gostou deste artigo, partilhe e siga-nos nas redes sociais.

Registe-se aqui no site para receber todos os novos artigos.

#influencia #decisoes #amigos #miguelduquecamacho #blog #infungivel #infungivell

0 comentário