• Miguel Duque Camacho

Quando te empurram para fora, é porque algo maior está por vir!

Atualizado: Jul 9

Vivemos tempos em que “empurrar para fora” é o meio mais convencional usado para atingir objectivos.

Empurram-se pessoas para fora dos seus caminhos para atingir promoções, para receber reconhecimento, para crescer na reputação, ou para simplesmente receber crédito de alguém.

As pessoas caem na ideia estúpida que anulando uma pessoa do seu caminho, elas irão brilhar mais.

Porém esquecem-se que se elas não têm luz própria, quando todas as luzes à sua volta se apagarem, elas ficarão às escuras e em plenas trevas.


Hoje, definitivamente “não medem-se os meios para atingir os fins”.


Vivemos tempos onde o egoísmo e a auto-satisfação atingiu um pico sem precedentes.

É um tempo em que matam-se e deixam-se matar sonhos, objectivos e visões.


Porém acredite, muitas vezes quando empurram-lhe para fora de algo, é porque algo maior está por vir!


Infelizmente todas as pessoas defendem os seus pontos de vista e não entendem que só porque elas estão certas, não significa que as demais estão erradas. Por essa razão nasce as contendas e o ciúme.

Cada pessoa tem um dom


Cada pessoa tem um dom, e esses dons devem ser aproveitados em todos os meios que estamos envolvidos; seja meio profissional, familiar, voluntariado, desportivo, etc.


O principio da sabedoria é quando eu reconheço que não sei tudo e que há coisas que até sou o melhor a fazê-las, mas há outras coisas que qualquer outra pessoa é muito melhor do que eu a fazê-las.


Infelizmente todas as pessoas defendem os seus pontos de vista e não entendem que só porque elas estão certas, não significa que as demais estão erradas.


Para obter o resultado 10 há várias fórmulas de cálculo:


10x1; 5x2; 2x5; 40:4; 20:2; 5+5; 7+3; 4+6; 47-37; 11-1; etc.


Dou este exemplo porque em qualquer grupo de pessoas, um tem o dom de multiplicar, outro de somar, outro de subtrair e outro de dividir, mas todos são importantes.


Vivemos numa sociedade em que quem sabe somar, parece que não precisa de pessoas que saibam dividir, multiplicar ou subtrair.

Por essa razão entra o egoísmo e o ciúme; a maldade começa a crescer e as pessoas começam a empurrar para fora tudo e todos, simplesmente porque não entendem que as diferenças são benéficas e que cada um, segundo o seu dom, é importante!


Aquele que não reconhece os dons, jamais será um líder


Poderia escrever neste trecho “…jamais será um bom líder”, mas entendo que não existem bons ou maus lideres. Ou somos lideres ou não somos.


Líder não é um cargo nem um estatuto dado por uma organização, líder resulta de um voto democrático das pessoas e que geralmente é unanime.


Alguém que quer ser líder, jamais empurrará pessoas para fora para chegar ao seu objectivo.


O líder, sempre reunirá o melhor dos demais em prol de uma causa.

O líder nunca se auto-promove, mas as pessoas ao seu redor farão isso por ele.


Jesus Cristo de Nazaré, o maior líder não só religioso, mas o melhor de todos tempos na minha opinião, nunca auto promoveu-se. As pessoas tratavam disso.


OS 4 evangelhos descrevem um mesmo acontecimento maravilhoso, que hoje em dia conhecemos no meio cristão como o “Domingo de ramos”.

Jesus entrou em Jerusalem, foi colocado sobre um jumento e as pessoas estendiam seus mantos e cortavam ramos das árvores e colocavam no caminho e exclamavam: “Bendito seja o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu! Glória nas alturas!”


Jesus estava naquele momento recebendo o reconhecimento de líder por parte de uma multidão de Judeus, e tudo isto acontecia sem ele nunca ter enfrentado as autoridades judaicas nem posto em causa a soberania do império romano na altura.


Jesus não precisou de empurrar ninguém para fora, não precisou de matar, anular ou destruir ninguém para tornar-se o grande líder enviado por Deus.


Simplesmente juntou o melhor dos dons de 12 homens, e com autoridade e a Graça de Deus cumpriu a sua missão aqui na Terra.


Se te empurrarem para fora, é porque algo maior está por vir


Conto-lhe a história de um homem chamado José, que foi muito poderoso no Século XVIII, antes de Cristo no Egipto antigo.


José era um jovem sonhador hebreu, que partilhava com a sua família os seus sonhos, até que um dia, seus irmãos ciumentos decidiram empurrá-lo para fora do seu sonho e decidiram matá-lo.

Nesse dia, viram uma caravana vindo em direção a eles e ao invés de matá-lo, venderam-lhe como escravo e o José “o sonhador” foi empurrado para o Egipto.


Chegando ao Egipto, foi novamente vendido como escravo e serviu um homem ilustre chamado Putifar. O seu senhor o colocou como administrador de todas as coisas na sua casa por ele ser tão fiel e tão comprometido.

A mulher de Putifar desejou deitar-se com ele, e porque José amava o seu Senhor, decidiu fugir e acabou sendo preso, porque a mulher rasgou as vestes e alegou que José tinha tentado abusar dela.

Foi empurrado injustamente durante anos para a prisão por aquela mulher malvada. Porém mal sabia aquela mulher que ao empurrar José para a prisão estava empurrando-o para algo maior!


José, na prisão tornou-se um interprete de sonhos e mais tarde foi chamado pelo Faraó para interpretar um sonho que mostrava uma grande seca a Terra e que ele deveria preparar-se.


José acabou sendo escolhido para primeiro-ministro do Egipto, tornando-se o segundo homem mais importante do mundo daquela altura.

Ele foi o grande responsável de não só fazer o Egipto sobreviver aquela catástrofe natural, como tornar o Egipto rico em recursos, porque vendia produtos a outros países que passavam pela mesma situação e que não tinham-se preparado.


O mais irónico na história de José é que devido à grande crise da altura, os seus irmãos, aqueles que o venderam e tentaram destrui-lo, deslocaram-se ao Egipto buscando mantimento e logo foram reconhecidos por José.

José como governador do Egipto poderia mandar matá-los e vingar-se, mas decidiu perdoá-los.


Talvez se você estivesse no lugar dele não fazia isso, mas lembre-se que se eles não o tivessem “empurrado” para o Egipto, ele nunca teria chegado onde chegou.


Se você tem feito a sua parte e lhe empurraram injustamente para fora de um trabalho, da sua família, ou de outra coisa qualquer, é porque coisa maior está por vir como aconteceu com José.


Recomendo os dois segredos do sucesso de José para si:

1º Perdoe quem lhe empurrou para fora;

2º Creia em todo o tempo que algo melhor virá.


Não é fácil seguir nenhum destes pontos quando nos empurram para fora, mas será a chave do seu sucesso.


Não se esqueça... Quando alguém te empurra para fora é porque algo maior está por vir.



Escreva-me posteriormente os seus testemunhos para infungivel@gmail.com e conte-me as suas experiências.




Miguel Duque Camacho




#quandoteempurramparafora #algomaiorestaporvir #empurra #parafora #fora #maior #estaporir #jose #jesus #cristo #lider #liderança #egoismo #dom #trabalho #carreira #miguel #duque #camacho #blog #infungivel

  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Instagram
  • White Twitter Icon

© 2020 Infungível.